CADEIA DE ERROS NA OPERAÇÃO

Um olhar mais minucioso para esse assunto deve advir de um treinamento add eternum. Temos que sempre mostrar a importância do não errar.

 
SOU UM BOM CHEF OU UM BOM COZINHEIRO?

Essa é uma pergunta que deve ser feita intimamente, uma reflexão fundamental para todo profissional da cozinha. De antemão, aviso aos mais incautos que existe sim uma diferença entre as

 
TREINAMENTO NÃO MORDE

O valor de um funcionário treinado é incomensurável para nossas instituições. Ele nos traz valores e benefícios que não tem preço. Pensem assim: Ele Vende Nossa Empresa. Bem ou Mal Depende de cada um de nós enxergarmos isso e tomarmos alguma decisão.

 
O Exemplo Deve Vir de Cima

Se nas instituições de ensino pregam o respeito às leis sanitárias e esses profissionais não se importam com isso como vamos dar notas para os profissionais se nós mesmos não respeitamos o que apregoamos nas escolas?

 
Nutricionistas, o mal necessário

No Brasil somente a cozinha de coletividade tinha os processos bem definidos com relação a Alimento Seguro (Segurança Alimentar é o programa governamental), o universo comercial nem sonhava e quando adentrava pelas portas da cozinha um Nutricionista, era guerra certa, tudo mudou quando...

 
STROGONOFF, FRICASSE, WALDORF…

Digo sempre que o que é clássico, é clássico. E preparações clássicas são receitas e não formas de fazê-las, além disso, caso queira inventar um prato, por favor invente um nome também. Irrita, profundamente, observar que diversos negócios de A&B acham que podem alterar uma receita clássica ao seu bel prazer e ainda continuar com o mesmo nome. Vou dar alguns exemplos aqui de assassinatos aos clássicos:

 
Quanto Vale Uma Reclamação?

Esse tema é de extrema importância para quem trabalha com serviços, principalmente nós que buscamos agregar mais valor aos produtos que produzimos e vendemos. Já faz tempo que esse tema

 
Custos, Como Baixa-los?

Falo sempre que esse tema parece um fantasma nas nossas vidas, sempre nos assombrando. Mas eu volto a pergunta para todos, será que queremos mesmo abaixar os custos das nossas empresas, estamos realmente dispostos a abrir a mão de alguns luxos ou melhor dizer, operações, funcionário ou produtos que não agregam valor ao cliente?